Ir para o conteúdo
    <li class="asset_articles"><a href="/search/assets?asset=articles"><span class="icon-menu-articles"></span><strong>Artigos</strong></a></li> <li class="asset_people"><a href="/search/assets?asset=people"><span class="icon-menu-people"></span><strong>Pessoas</strong></a></li> <li class="asset_enterprises"><a href="/search/assets?asset=enterprises"><span class="icon-menu-enterprise"></span><strong>Empreendimentos</strong></a></li> <li class="asset_communities"><a href="/search/assets?asset=communities"><span class="icon-menu-community"></span><strong>Comunidades</strong></a></li> <li class="asset_events"><a href="/search/assets?asset=events"><span class="icon-event"></span><strong>Eventos</strong></a></li>
ou

Thin logo

Área de Software Livre da Campus Party BrasilCampus Party Brasil

Divulgação

MiniDebConf Curitiba 2017

fb.com/SLCampusParty

Nossa Rede

Edições anterioress

 Voltar a Blog da Área...
Tela cheia Sugerir um artigo

Palestra: Quatro anos de Revoltas Interconectadas - de Túnis ao Brasil

30 de Julho de 2014, 14:15 , por Paulo Santana - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 28 vezes

Palestra: Quatro anos de Revoltas Interconectadas – de Túnis ao Brasil

Palestrante: Marcelo Branco

Mini-currículo:  Co-idealizador do projeto Conexões Globais. Em 2010 coordenou a estratégia nas redes sociais da candidata eleita a Presidenta da República do Brasil Dilma Rousseff. Por três anos (2008 a 2010) foi o Diretor Geral da Campus Party Brasi. Ex coordenador Geral da Associação Softwarelivre.org. Até agosto de 2007, trabalhou para o governo da Generalitat de Catalunya, através da Secretaría de Telecomunicações e Sociedade da Informação, como assessor responsável pela Estratégia de Software Livre no governo e coordenando o projeto “ Rede Internacional das Administrações Públicas pelo Software Livre”. É articulador e um dos fundadores do "Projeto Software Livre Brasil"; professor honorario da Universidad de Ciencias y Humanidades – Lima, Perú; foi membro do Conselho Assessor do Mestrado Internacional de Software Livre, da Universitat Oberta de Catalunya (UOC, Open University of Catalonia) – España e membro do Conselho Editorial do Observatório da Comunicação em Portugal ; e membro do comitê assessor do Mestrado em Software Livre da Caixa Nova– Galícia. Em 2005 trabalhou como consultor da empresa italiana de software livre PARTECS – Participatory Technologies -, com sede em Roma, especializada em plataformas de e-Democracia até se transferir para a Catalunya no início de 2006.

Resumo: Os protesto de junho do ano passado mostraram ao Brasil o que muitos países já tinham descoberto desde as revoltas na Tunísia em 2011: está se consolidando um novo tipo de movimento social, interconectado e global, que nasce nas redes sociais e a partir delas transborda para as ruas. Estas revoltas interconectadas (que tiveram outra manifestação marcante em 2013 na Turquia, na forma do #OccupyGezi) trazem uma série de traços comuns, além de um modelo de auto-organização típico das sociedades em rede. Os países podem ser distantes entre si, com conjunturas políticas e sociais bastante distintas. Mas os protestos que começaram em 2011 inauguraram uma nova forma de comportamento político. “Quatro anos de Revoltas Interconectadas – de Túnis ao Brasil“ - será o tema do diálogo que acontece na Campus Party Recife com o profissional de tecnologia da informação e comunicação e ativista do software livre Marcelo Branco. Será a partir da troca de ideias entre diferentes atores das movimentações locais que se pode construir o grande mosaico global que nos permita entender como essas ações são irmanadas entre si.

Agenda:  24/07/14 (quinta) - 15:15 – 16:15

https://www.youtube.com/watch?v=XKQvzAQH8o8

https://campuse.ro/events/campus-party-recife-2014/talk/quatro-anos-de-revoltas-interconectadas-de-tunis-ao-brasil-cpre3

 


0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.